quinta-feira, 25 de abril de 2013

Red Jacket

E no dia 25 de Abril, nada mais apropriado que um look com vermelho! Este look já é de há 2 semanas, quando o tempo começou a melhorar!

Estou completamente apaixonada por este casaco dos saldos da Zara. Tenho usado imenso, tanto com jeans como em reuniões (usei no Japão com umas calças clássicas pretas). É daqueles casacos que dificilmente saiem de moda e o vermelho favorece toda a gente certo?!


O feriado de hoje soube pela vida! Descansámos, lanchámos com amigos e demos um jeito à casa :)

Para a semana há mais!


segunda-feira, 15 de abril de 2013

Again with the leather dress

Este blog...coitado, foi aqui deixado sozinho ao abandono. Simplesmente não tenho tido tempo para tantas coisas! Os fins de semana servem para estar com os amigos e família e os dias de semana são para chegar tarde, jantar e vegetar um pouco no sofá. Como é que vocês conseguem gerir tantas coisas?! Alguém me ajude a gerir o tempo!

Ultimamente nem tenho fotografado os looks...tal como toda a gente já estou cansada do Inverno, que parece que está mesmo a dar as últimas, e mais uma vez a vontade de tirar fotos é igual a zero...MAS há uas semanas, depois de ter vindo do Japão tirei uma foto com um look!


E a ajudar à festa tenho um computador do século passado, que e faz partidas destas!

O vestido já apareceu por aqui, é da Blanco e conjuguei-o com uma malha básica, de caxemira, da Mango (antiga) e uma enxarpe também da Mango, da colecção deste inverno, comprada nos saldos, que adoro!

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Japão - O País do Sol Nascente

Março terminou em chave de ouro com uma última viagem: JAPÃO!

Foi um mês maravilhoso para os meus cartões de milhas: começamos em Chicago na primeira semana, seguiu-se o trio do Sudoeste Asiático: Malásia, Indonésia e Singapura e finalmente o Japão. Pelo meio ficaram breves horas de escala em Madrid, Dubai, Munique, Londres e Paris. Não me posso queixar de falta de viagens, de todo! 

Como a viagem a Tóquio surgiu um pouco em cima da hora, fiz zero pesquisas e na verdade a agenda era tão apertada que não consegui dar um saltinho a rigorosamente nenhum local turístico! Entrei em zero lojas! Verdade!!! Lá consegui comprar o efeite da árvore de Natal no aéroporto :)

Sushi, que eu estava louca para experimentar, já que o Japão é O sítio para comer sushi, também só mesmo no aeroporto! As vezes que comi com japoneses eles levaram-me a restaurantes mais típicos, o que raramente envolve sushi (já tinha tido a experiência em Taiwan onde adoram comida japonesa, que não envolve sushi).




A modos que a experiência foi óptima, mas é um país que ADORAVA repetir!

A reter ficou a extrema limpeza da cidade de Tóquio, onde moram tantos habitantes como em Portugal inteiro, sem um ÚNICO caixote do lixo na rua (só em espaços de restauração), e sem papeis no chão. A extrema educação e noção de respeito dos Japoneses, super acolhedores e gentis. Achei imensa piada às vénias que faziam constantemente e à estranheza com que encaravam uma mão estendida para um aperto de mão! O chá imediatamente servido nas reuniões e a pontualidade mais que britânica, que ignora inconveniências e graus de hiérarquia: é para começar a x horas começa-se, e para terminar às tantas horas termina-se. Não há cá meio termo!



Tivemos imensa sorte com a época do ano, todos nos diziam isso, pois apanhamos A semana das cherry blossom em flor, que dá um toque de cor de rosa à cidade.





Consegui enfrentar o metro! Uff, foi um desafio! A rede é imensa e é quase preciso tirar um curso para entender aquilo!

Muita informação apenas em caracteres e não em inglês também, como é comum noutros países da Ásia.

Algumas peculiaridades:

Mangas com protecção UV para o verão. Elas não gostam mesmo de bronze!


Máquinas de distibuição de bebidas e cigarros espalhadas por toda a parte:


Os cães têm onde ficar!



TODOS os táxis têm estas cobertas em renda, lovely!


Um casalinho vestido com trajes típicos estava a fazer uma sessão fotográfica (não sei se era de casamento)



A perfeição das árvores, pareciam bonsais gigantes,  num parque no centro de Tóquio



Posso dizer que foi um dos países que mais me fascinou e que mais anseio regressar. Adorei mesmo!

Tive imensa pena de não ter tido tempo de ir àquelas zonas da cidade onde se passeia o pessoal mais alternativo (aqueles estilos malucos que vemos na televisão), mas desconfio que passei por uma dessas ruas de taxi, com as fachadas dos prédios cobertas com painéis de animações japonesas. Mas como era de dia estava tudo fechado! Tive oportunidade de estar com outros portugueses e de nos termos aventurado numa night out! O objectivo era irmos a um Karaoke (não havia como fugir ao cliché!) mas aquele que queriamos (popular entre os estrangeiros) estava fechado e então seguimos para um Club, que soubemos no dia
seguinte ser um dos sítios do momento! :)



Foi uma experiência fantástica!

E agora espero ter uma fase mais relax! Mas aguardo na expectativa um novo destino!